Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

News

Procon do Paraná orienta consumidores sobre propaganda enganosa em redes de fast-food

Após o McDonald’s reconhecer que seus sanduíches de picanha não são feitos de picanha e o Burger King confirmar que o hambúrguer Whopper Costela não apresenta costela na composição, e sim paleta suína, as organizações foram notificadas pelo Procon de São Paulo. Por consequência, a linha picanha, do McDonald’s, foi retirada de venda.

As propagandas enganosas movimentaram o mercado consumidor de redes de fast food e chegaram a repercutir no Senado Federal.

O senador Nelsinho Trad é autor de um requerimento que convoca uma audiência pública com representantes das redes de fast food McDonald’s e Burger King para “colocar em pratos limpos” os casos de propaganda enganosa em relação aos sanduíches “McPicanha” e “Whopper Costela”. O pedido foi aprovado pela Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor do Senado. A audiência deve acontecer no próximo dia 12.

Procon do Paraná

No Paraná, a exposição de consumidores a propagandas falsas de redes nacionais de fast food, motivaram o Procon, vinculado à Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, a alertar a população sobre a necessidade de ficar atenta a esse tipo de comportamento, que pode resultar em crime contra os direitos do consumidor.

Claudia Silvano, chefe do órgão de defesa do consumidor no Estado, define como providencial a imediata ação do Ministério da Justiça e Segurança Pública, através da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), que notificou o McDonald´s e o Burger King por propaganda enganosa. “O Procon-PR alerta os consumidores para que denunciem todo e qualquer abuso contra seus direitos. Um deles é a propaganda enganosa, que induz a comprar produtos que não correspondem às expectativas”, diz Cláudia. “É preciso ficar atento, sempre, inclusive às questões subliminares que, ficam nas entrelinhas. A mensagem publicitária deve ser clara, não pode gerar dúvidas. Qualquer coisa diferente disso se caracteriza como propaganda enganosa, o que deve ser denunciado”.

Com informações do Senado e do Procon-PR




Erramos? Informe à nossa redação

Escrito por

Independência editorial, jornalismo investigativo com a missão de ressignificar a notícia através da checagem de dados com o principal propósito de combate à desinformação.

Leia também

Checamos

Um post que circula nas redes sociais associa a morte do ex-jogador e artilheiro do Clube Athletico Paranaense, Barcímio Sicupira, ao isolamento social e...

News

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) iniciou na noite desta quinta-feira, 19, o julgamento do deputado estadual paranaense Fernando Francischini. Ele é acusado de divulgar...

News

O Procon do Paraná emitiu uma recomendação administrativa aos mercados, açougues e supermercados para que não comercializem ossos de boi ou carcaças de frango e de...

News

O projeto Gralha Confere, da Justiça Eleitoral do Estado do Paraná, é finalista do Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça na categoria Mídia Digital....