Conecte-se conosco

Hi, what are you looking for?

News

Eleições 2022: Telegram pode ser suspenso no Brasil

telegram suspenso no brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) analisa a suspensão do aplicativo de mensagens Telegram no Brasil durante o período eleitoral deste ano. O objetivo é tentar evitar a disseminação em massa de notícias falsas quanto ao pleito que irá definir o presidente da república, governadores, deputados e senadores.

O TSE já havia tentado uma conversa com o chefe do Telegram para discutir formas de evitar a desinformação, algo que impacta diretamente na escolha dos votos e no ato democrático. No entanto, não houve retorno por parte da rede social para encontrar uma possível solução.


TSE avisa: Desinformação será crime eleitoral em 2022


A Justiça Eleitoral já possui acordos com outros aplicativos como WhatsApp, Facebook e Twitter na tentativa de combater as notícias falsas.

Sem endereço fixo no Brasil, ao contrário de outras redes sociais, o Telegram já foi bloqueado na Rússia, seu local de origem, e em, pelo menos, outros 10 países.

O problema está, entre outros, na possibilidade de enviar mensagens para um grande número de pessoas de uma só vez. Com o Telegram, um usuário pode interagir com até 200 mil pessoas em grupos.

Foto: Christian Wiediger on Unsplash




Erramos? Informe à nossa redação

Escrito por

Independência editorial, jornalismo investigativo com a missão de ressignificar a notícia através da checagem de dados com o principal propósito de combate à desinformação.

Leia também

Checamos

Após a Segunda Câmara do Tribunal de Contas da União (TCU) decidir na terça-feira, 9, condenar o ex-procurador Deltan Dallagnol a ressarcir os cofres públicos por dinheiro...

Checamos

Uma enxurrada de mensagens que circulam nas redes sociais, afirma que nesse ano será possível votar pela internet. As informações são falsas. Uma dessas...

News

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, abriu nesta segunda-feira (1) o segundo semestre forense de 2022 na Justiça Eleitoral com...

Checamos

Na segunda-feira,18, o presidente Jair Bolsonaro recebeu embaixadores no Palácio da Alvorada, em Brasília, e fez ataques ao sistema das urnas eletrônicas e colocou...