A farmacêutica norte-americana MSD (Merck Sharp and Dohme), que produz a ivermectina, afirmou na quinta-feira, 4 de fevereiro, que ainda não há evidências de que o medicamento traga benefícios ou de que seja eficaz no tratamento contra a Covid-19.

  • Não há base científica para um potencial efeito terapêutico contra o COVID-19 a partir de estudos pré-clínicos;
  • Não há evidências significativas de atividade clínica ou eficácia clínica em pacientes com doença COVID-19, e;
  • Uma falta de dados de segurança na maioria dos estudos.

O comunicado pode ser lido em https://bit.ly/3aS9Q1B

Fonte: Merck (Farmacêutica)